9.2.13

O CARNAVAL DAS SUBCELEBRIDADES NA RHOLA



VOVÔ AMPULHETEIRO

Vovô foi pro Egito
E aprendeu a fazer ampulheta
Um relógio artesanal
De areia, vidro e pau
Abriu uma loja e ganhou muito dinheiro
Ficou por lá e se tornou ampulheteiro

Ampulheteiro, ampulheteiro, ampulheteiro
O vovô lá no Egito se tornou ampulheteiro
Ampulheteiro, ampulheteiro
O vovô lá no Egito se tornou ampulheteiro

Agilidade ele tinha em suas mãos
A sua arte era pura maestria
O vovô era alegria
Era um grande folião

Ampulheteiro, ampulheteiro, ampulheteiro
O vovô lá no Egito se tornou ampulheteiro
Ampulheteiro, ampulheteiro
O vovô lá no Egito se tornou ampulheteiro

Com a idade foi perdendo a habilidade
Só fazia uma ampulheta com a maior dificuldade
Se aposentou por um problema visual
Não enxergava mais a areia, nem o vidro e nem o pau